Dê uma nova imagem á sua casa.

Dar uma impressão de espaço e de luminosidade facilita a venda de um apartamento ou de uma moradia. Um truque eficaz e pouco dispendioso que requer pouco trabalho. Como funciona?

 

 

Uma vista desafogada: este trunfo que facilita tanto uma venda também vale para o interior de uma casa. Quanto mais a sua moradia ou apartamento transmitirem a impressão de ser espaçoso e luminoso, mais chances você terá de seduzir os seus potenciais compradores.

 

Desde a cor das paredes e dos pisos até a arrumação dos espaços, passando pela optimização da luz do dia e pela gestão da iluminação artificial, estas sete dicas vão ajudá-lo a acresecentar valor à sua propriedade praticamente sem trabalho e sem custos. A sua carteira agredece e a sua casa também!

 

 

Dicas práticas para ampliar visualmente as divisões de sua casa:

 

 

  • Opte pelo branco ou por uma cor clara nas paredes

 

Uma boa camada de branco nas paredes! O branco reforça a noção de espaço, enquanto as cores escuras tendem a esmagar os volumes. Então, para absorver a luz e para ganhar uma grandeza interior, aposte e inspire-se no branco e suas variações: branco sujo, creme, branco com uma ligeira cor… mas branco!

 

Nosso conselho: Use o mesmo tom em todas as divisões, para evitar que os olhos de seus visitantes tropeçam sobre possíveis separações visuais criadas pelas diferenças de cor.

Por outras palavras: uma única e mesma cor para todas as paredes de seu apartamento ou moradia, se possível de tom claro e brilhante, sem nunca esquecer que o teto também deve ser, ele, ainda mais claro, já que isso aumenta também a impressão de altura numa sala.

 

 

  • O solo deve ser uniforme

 

Um solo homogêneo dá sempre uma melhor impressão de prolongamento do espaço. Se decidir, por exemplo, colocar pavimento flutuante, é preferível fazê-lo em toda a casa, e não apenas nos quartos. Está provado que, visualmente, o mesmo revestimento em todas as divisões proporciona garantidamente um efeito de continuidade e, por sua vez, dará uma impressão de espaço aumentado.

 

Nosso conselho: Para otimizar esta ilusão óptica, opte por grandes módulos, quer sejam, lâminas de pavimento flutuante, vinílico, ou ainda lajes de azulejos. (O revestimento de vinil em rolo também pode ser uma opção muito económica e fácil de aplicar). Estes módulos vão, com certeza, alargar o seu horizonte, e ainda mais se forem colocados na diagonal.

Esta intervenção representa um investimento razoável, considerando o benfício adquirido pelo efeito visual de aumento trazido para a sua casa.

 

  • O solo deve estar desimpedido

 

Abre passagem e ganhe um Livre-trânsito! Mantendo o solo desimpedido, sem obstáculos, ajuda a criar a impressão de espaço ampliado. Assim, evite sobrecarregar as divisões de sua casa, tornando-a demasiadamente “cheia”.

 

Nosso conselho: Escolha um mobiliário que tem menos impacto no solo, como por exemplo as prateleiras ou as unidades suspensas na parede e Otimize todos os recantos e os espaços perdidos do seu apartamento. Todos os meios são bons para libertar o chão e você vai poder constatar que o efeito visual é mesmo muito convincente.

 

 

  • Liberta a sua casa e deixe-a respirar

 

Antes de aceitar visitas ao seu apartamento, não pode escapar à obrigação de a arrumar. É indispensável para que os seus visitantes possam se sentir confortável em sua casa.

Arrume, organize, faça uma triagem e deite fora ou venda o que não precisa, armazena o que quer guardar, mas não usa todos os dias, no sotão ou na cave, mas desimpeça a sua casa! Roupas, sapatos, livros, papéis, loiças, bugigangas... Nada deverá escapar ao lema: “Guardo apenas o essencial!"

 

Nosso conselho: Se não dispõe de nenhum local de armazenamento para evacuar o excedente mobiliário de casa, por que não alugar uma box fechada temporariamente perto de sua casa? Certamente que lhe vai custar uma pequena renda, é verdade, mas este sacrifício financeiro vai ser muito rentável no momento das visitas.

 

 

  • A mobília deve ser proporcional ao espaço

 

Existe uma regra importante a seguir: espaços pequenos, pequenos móveis. O mobiliário da sua casa deve ser proporcional ao seu tamanho. Não enche demasiado as suas divisões; é fundamental manter algumas paredes libertas, ou pelo menos, mais leves. Portanto, mantenha apenas o mobiliário de tamanho razoável, não muito alto, não muito maciço, nem muito escuro... Porquê? Isto permitirá não bloquear a visão geral do espaço, reduzindo significativamente a sensação de amplitude.

 

Nosso conselho: O ideal é garantir uma certa harmonia no design, nas linhas e cores do seu mobiliário, que influenciará sempre positivamente a impressão geral do espaço.

Além disso, pense também na vantagem das portas de correr nos apartamentos, sobretudo nos mais pequenos, que permitem, assim, ocupar muito menos espaço do que as "clássicas" portas vaivém.

 

 

  • Vivam os espelhos!

 

O efeito mágico dos espelhos. São inegavelmente o truque mais barato e inteligente na arte da decoração, e também a mais fácil de implementar para ampliar uma sala ou um quarto. É simplesmente infalível! E o efeito pode ser ainda redobrado se forem colocados frente às aberturas (janelas e portas-janelas...) ou, então, perto de uma fonte de luz.

Os espelhos são uma óptima ajuda para dar uma sensação de profundidade e amplitude a uma divisão, e para tirar o maior partido da luz do dia. Então, bora lá pendurá-los na sua sala de estar e quartos, nas casas de banho, e porque não também na cozinha!

 

Nosso conselho: Não se limite a uma visão "pequena". Não tenha medo de apostar no tamanho. Quanto maior for o espelho, maior será o efeito óptico. Seja, no entanto, razoável no número de espelhos a distribuir pela casa. Tudo o que é exagerado, pode prejudicar.

 

 

  • A iluminação que faz a diferença

 

A iluminação numa casa deve ser bem estudada. Privilegiar pontos de luz nas paredes, com apliques, ou no teto, com dispersos focos LED, irá trazer mais luz a sua casa. A escolha dos candeeiros aqui também é importante bem como as lâmpadas, que devem ser as mais indicadas à função e ao espaço a que se destinam, porque delas depende o conforto e a envolvência que se quer nas diferentes áreas da habitação. Jogando com a cor e a intensidade das luzes – os brancos são apropriados para as zonas de atividade e os amarelos para as de descanso, e assim pode criar-se um ambiente agradável e acolhedor.

 

Nosso conselho: Para ampliar visualmente o espaço, esqueça os lustres demasiado pesados e imponentes que dominam o teto. Abandone também os candeeiros suspensos que iradiam a luz apenas para baixo para um ponto específico, deixando o resto da sala na escuridão.

Na sua sala de estar, e mesmo nos quartos, aposte em candeeiros mais leves e de focos ajustáveis, ou em apliques de parede, que propogarão a luz para cima e amplificarão os volumes.

Na cozinha e nas casas de banho, opte por projectores de luz no teto, de preferência impermeáveis, próprios para zonas húmidas, e coloque um ponto de luz orientado para baixo acima do espelho (da Casa de Banho).

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência de usuário. Ao usar o site, você confirma que aceita o uso de cookies de acordo com nossa política de privacidade.   Saiba mais