Quer valorizar o seu imóvel?

Quer valorizar o seu imóvel? Que obras deve fazer antes de o vender?

 

Simples melhoramentos, pequenas remodelações, locais, ou ainda grandes intervenções no intuito de alcançar uma melhor performance, em conformidade com os mais recentes padrões de consumo de energia… Nós dissemos-lhe tudo o que precisa saber antes de se aventurar nesta etapa crucial antes da venda.

 

     

OK pronto, está decidido! Está determinado a vender a sua casa. A questão agora que se coloca é: se precisa de realizar algum trabalho antes da operação. A idéia aqui é saber o que fazer e a que preço, a fim de vender rapidamente e bem.

 

Como vender melhor e mais rápido?

 

Para a maioria dos apartamentos ou moradias, pequenos melhoramentos antes de vender são sempre recomendáveis. O objectivo: corresponder às expectativas da maioria dos potenciais compradores mantendo as características de sua propriedade. Como? Retoque a decoração e dê à sua casa um ar mais moderno. Por vezes, pintar uma parede pode ser o suficiente para refrescar o ambiente. Arrume, organize, limpe a sua casa de cima a baixo, sem esquecer as janelas e os espelhos. Retire tudo o que é demasiado pessoal e bugigangas inúteis que enchem as suas prateleiras e móveis, dando um aspecto de estar demasiado “cheio”. O intuito é dar aos visitantes uma sensação de imóvel “bem conservado", com boa manutenção, e arejado - o suficiente para ganhar a confiança de um potencial comprador.

 

Por exemplo: a cozinha! A divisão principal numa casa! Sobretudo para a mulher, que passa muito tempo nesse espaço destinado a confecção das refeições da familia. Dizem que deve ser renovada a cada 5 anos para manter sempre o aspecto imaculado e, claro, funcional. Por isso, antes de vender, considere dar um toque de “novo” à sua cozinha. Como? Basta mudar por exemplo a bancada de trabalho: se for daquelas em fórmica, ou em PVC, substitue-a e escolha um material de manutenção simples, como o mármore; Ou pinte as portas dos seus armários, se forem de madeira, por que não pintá-las em branco? Ajuda a tornar o espaço mais amplo, a mesa de refeições também pode ser mudada...e invista talvez num belo frigorífico moderno, do tipo americano, toda a gente gosta deses grandes combinados!Existem hoje em dia tantas opções no mercado, que o mais difícil vai ser escolher. No IKEA, por exemplo, encontre propostas muito originais a preços muito competitivos. Já não custa nada mudar de cozinha! E para acrescentar valor à sua casa, vale mesmo muito a pena. Estes investimentos considerados razoáveis, irão ajudá-lo com certeza a modernizar a sua cozinha a baixo custo.

 

 

Não se esqueça do aspecto exterior da sua propriedade.

 

Se está vendendo uma moradia, tenha em mente que o seu exterior (o jardim, os espaços de terraço, a piscina, as fachadas e o telhado...) é tão importante quanto o seu interior e não deve ser menosprezado. Pois, lógico, porque é a primeira coisa que os visitantes vêem à chegada. São estes aspectos que vão forjar a sua primeira impressão, que se quer boa e favorável! O objectivo é despertar o interesse e a curiosidade de entrar para ver o resto da casa. Se, à chegada, o aspecto não for o melhor, pode criar logo ali um entrave para continuar a visita. Nosso conselho: Tente manter o jardim sempre cuidado e bonito, a piscina limpa e toda a estrutura em boas condições… Rachas e fendas podem afugentar os compradores… Se for o caso, peça orçamentos para a reparação e deduza os custos dos trabalhos no preço da venda. O comprador sentirá que teve a honestidade de tomar este aspecto em consideração, e que antecipou-se, e ganhará assim a sua confiança. Por outro lado, se se tratar apenas de pequenas fissuras, dê uma pintura nova as fachadas. Vai ajudar a rejunevescer a sua moradia que vai ficar como nova! Claro, vai ter despesas no início, pode parecer muito, mas é importante fazer esses trabalhos, porque vão ajudar a vender, e o preço que pedir por ela também poderá já considerar o investimento feito no seu melhoramento.

 

Pensar duas vezes antes de se aventurar num trabalho de remodelação.

 

A verdadeira questão a colocar antes de partir para grandes obras como deitar abaixo a parede entre a cozinha e a sala de estar, ou remover uma banheira para instalar um duche é: "será que os meus futuros compradores vão gostar dessas alterações? Irão ao encontro das suas necessidades?" Não se precipite! Tenha cuidado e reflita bem! Nosso conselho: 9 em cada 10 casos, a resposta é não. Estas obras podem, ao contrário das outras mencionadas em cima, sair muito caras e serão claramente o reflexo dos seus gostos pessoais. A família que vai comprar a sua casa poderá preferir manter a banheira para dar banho a uma criança pequena por exemplo. Poderá também preferir uma cozinha fechada, e independante, não comunicante com a sala... Gostos não se discutem! É portanto de evitar entrar em grandes despesas se não tem a certeza de agradar aos seus potenciais compradores. Sim, pois, porque renovar completamente uma cozinha e/ou alterar uma casa de banho podem não compensar o investimento e custar-lhe mais caro do que o dinheiro que vai recuperar na venda do imóvel. Assim, deixe ao critério da familia que quererá comprar a sua casa. Se estiver interessada é porque gosta da configuração actual ou pelo potencial existente de fazer ao próprio gosto.

 

 

Dê antes prioridade aos retoques indispensáveis, e realmente necessários.

 

Se sua casa peca na isolação, todos os potenciais compradores vão deduzir justamente que esta consome demasiada energia. Resultado? Este ponto fraco pode ser um obstáculo à venda ou, pelo menos, ser um fator negativo que irá influenciar a descida do preço. Se for o caso, recomendamos que faça alguma obra dedicada ao isolamento. O mesmo acontece com uma instalação eléctrica defeituosa, uma ligação ao gás antiquada, uma ventilação inadequada ou inexistente…. Nota: Se o objectivo for melhorar a eficiência energética de sua propriedade, todo o investimento neste sentido será de alguma forma rentável, porque beneficiera certamente muito o preço final de venda. Pense nisso como uma garantia. Pois, uma propriedade com classificação energética excelente (A) vai vender, em média, mais caro do que outra com desempenho mais fraco (D). O rótulo energético tem assim, sem qualquer sombra de dúvida, muito impacto sobre o valor de sua casa.

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência de usuário. Ao usar o site, você confirma que aceita o uso de cookies de acordo com nossa política de privacidade.   Saiba mais